Alimentação na gravidez: o que consumir nos primeiros meses? 05/01/2018 Pitibebê

A alimentação na gravidez gera muitas dúvidas. O medo de consumir o que não pode ou deixar de comer algo essencial vai acabar agora com a leitura do texto.

Não é novidade que a alimentação na gravidez pode gerar muitas dúvidas. Se você já esteve diante de um alimento e ficou na dúvida se era bom – ou não – comer, saiba que não está sozinha.

Os primeiros meses são os que geram mais questionamentos sobre a alimentação na gravidez. O medo em consumir algo em excesso ou esquecer de alimentos essenciais também geram preocupações. E tem ainda os cuidados necessários para evitar ganhar peso acima do que foi recomendado pelo seu médico.

Neste texto, o principal objetivo é falar sobre a alimentação indicada para as gestantes nos primeiros meses de gestação. Para saber mais sobre a alimentação na gravidez, continue lendo o conteúdo até o final. É muito importante!

O primeiro mês

No primeiro mês da gravidez você ainda está se acostumando com a ideia de que vai ser mamãe. O momento é de receber muitos beijos e abraços de quem lhe deseja felicidades. No entanto, você não pode deixar a empolgação tomar conta ao ponto de esquecer os cuidados como gestante. Afinal, seu corpo vai começar a mudar.

Procure manter uma alimentação baseada em pequenos pratos de carboidratos: batata cozida, arroz e macarrão com temperos fracos e bolachas de água e sal. O gengibre cristalizado também pode ser um aliado da boa alimentação na gravidez.

O segundo mês

Ao chegar no segundo mês de gestação, é importante que você faça de cinco a seis pequenas refeições por dia. Cuide para não ter somente aquelas três refeições mais conhecidas – café, almoço e jantar.

Procure consumir alimentos mais leves. Fuja das tentações de alimentos gordurosos, pois eles não são legais para você e nem para o seu bebê. Prefira frutas e verduras, feijão-branco, fígado bovino, lentilha, pão integral ou de centeio, grão-de-bico, cereais integrais, peixes e ovos.

O terceiro mês

O terceiro mês já começa a revelar a sua barriguinha de grávida. É um momento muito gostoso, mas que também precisa de cuidados na alimentação. Consumir alimentos com Ferro é uma ótima pedida.

Alimento ricos em vitamina C, como brócolis, tomate, laranja e o melão são bons parceiros. O leite e seus derivados não gordurosos, como iogurte e queijo, também vão lhe ajudar a ter uma alimentação na gravidez mais saudável, pois são fontes de cálcio, importante na gestação e no período de amamentação.

O quarto mês

Aqui, já não é mais novidade que você está “comendo por dois”. Isso mesmo, não é apenas um ditado popular da época de nossas avós. No quarto mês você está, literalmente, comendo pelo seu bebê também. Mais um motivo para manter a alimentação na gravidez de forma saudável.

Consumir alimentos como, carnes vermelhas bem cozidas, verduras escuras, gergelim e leite pasteurizado vai ajudar na ingestão de ferro e cálcio.

Importante: A partir do quarto mês de gestação, você vai precisar ingerir 500 calorias a mais em suas porções diárias de comida. Lembra do “você está comendo por dois”? 

Alimentação na gravidez: não esqueça do ácido fólico

Tão importante quanto manter a alimentação na gravidez de forma saudável, é ingerir ácido fólico desde os primeiros dias da gestação. Aliás, especialistas recomendam que o ácido fólico seja incluído em sua alimentação três meses antes de engravidar. É claro que nem todas as mulheres que engravidam tinham em seus planos uma gravidez. Contudo, assim que receberem a notícia de que serão mamães, o consumo do ácido fólico já pode começar.

O ácido fólico é essencial para a boa formação do bebê e evitar algumas doenças, como Anencefalia, Lábio Leporino, Espinha Bífida, Doenças Cardíacas e Pré Eclampsia. Seu consumo também ajuda na formação da placenta e no desenvolvimento do DNA.

Onde encontro o ácido fólico

O ácido fólico pode ser encontrado em comprimidos nas farmácias ou em alguns alimentos, como: vegetais escuros, fígados de galinha, boi ou peru, espinafre cozido, grã-de-bico ou lentilhas, ervilhas e em frutas, como o abacate.

Alimentação na gravidez: o que evitar nos primeiros meses

Uma alimentação na gravidez saudável também exige que você evite alguns alimentos que podem ser prejudiciais. Por isso, separamos uma lista com os principais alimentos que devem ser excluídos do seu cardápio. Veja abaixo:

  • Carnes vermelhas mal passadas
  • Frutos do mar
  • Alimentos industrializados
  • Alimentos gordurosos ou com excesso de açúcar
  • Bebidas com cafeína: cafés, refrigerantes e alguns tipos de chás

Quando é necessário o acompanhamento de um nutricionista?

Um nutricionista pode ser importante para todas as mulheres grávidas. Mas, no caso das vegetarianas ou de gestantes que estão muito abaixo do peso, uma orientação nutricional é imprescindível. Mulheres com obesidade também devem procurar ajuda de um nutricionista.

Importante

É proibido fumar! Não, não é a música. Se você fuma ou conhece alguém que deseja ser mamãe e ainda está fumando, tenha em mente que isso é muito prejudicial para a boa formação do bebê. Consumir bebidas alcoólicas? Não! Os riscos são semelhantes aos de quem fuma. E tomar remédios sem recomendação médica? Também não pode!

Gostou do conteúdo de hoje? Espero que ele tenha sido esclarecedor e que tenha sanado suas dúvidas quanto à alimentação na gravidez. Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro de tudo sobre a saúde da mamãe e do bebê!

Categoria: Diversos

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.