Amamentação: 7 dicas para aumentar a produção de leite materno 29/05/2018 Pitibebê

Não adianta, nós sempre pensamos nela: a amamentação. “Será que temos leite o suficiente?” “Conseguimos produzir mais leite?” Acompanhe as nossas dicas!

A amamentação é um ato repleto de desafios! Ter leite suficiente para alimentar o bebê é uma das maiores preocupações da mamãe . Existem muitos métodos caseiros que as avós e as nossas amigas dizem que são eficazes nessa missão. Mas, será que eles realmente funcionam?

Como a nossa missão é sempre ajudar as mamães com os seus bebês, buscamos algumas dicas de especialistas que podem contribuir para a produção do leite materno. Continue a leitura e descubra 7 dicas valiosas do que fazer para aumentar a produção de leite materno e a qualidade da amamentação.

1. Perceba se está mesmo faltando leite

Observe o bebê, este é o ponto de partida para saber se a amamentação está mesmo prejudicada. Quando o bebê suga bem o leite, faz xixi e cocô normalmente e o peso está dentro do esperado, são sinais de que as coisas andam bem. Em contrapartida, se esses itens não estão de acordo com os parâmetros de desenvolvimento do bebê, há pressupostos de falta de produção do leite materno.

2. Repare se a pega está correta

O bebê precisa abocanhar a aréola inteira. Ao “pegar” somente o bico, o pequeno apenas vai chupar, sem que consiga sugar o leite. Mesmo que a mamãe tenha leite, a produção cai, ela se machuca e o bebê não recebe o leite necessário para saciar a sua fome.

3. Beba mais água

Como a mamãe perde líquido durante a amamentação, o recomendado é que ela beba um litro a mais de água do que qualquer outro adulto. Ou seja, 3 litros diários é uma excelente medida para melhorar a produção de leite materno.

4. Faça massagens e compressas mornas

Os motivos pelos quais o leite seca variam de caso a caso. Os motivos vão desde o formato das mamas, os desequilíbrios hormonais até os problemas de saúde da mamãe. Ações como massagens e compressas de água morna favorecem a vasodilatação e a atividade das glândulas mamárias.

5. Descanse sempre que puder

Mamãe e descanso! Palavras que pouco se relacionam, concorda? No entanto, a mamãe precisa mesmo descansar, pois o estresse e o cansaço influenciam na produção de leite. Portanto, no intervalo entre uma mamada e outra, ela precisa repousar para manter a produção de leite e ficar tranquila enquanto acontece a amamentação.

6. Use uma bomba de ordenha

Essa é uma técnica antiga, mas que funciona na maioria dos casos. Uma bomba de ordenha manual estimula os seios após o término de cada mamada. Esse tipo de estimulação extra vai ajudar o seu corpo a entender de que precisa produzir mais leite para fazer a amamentação.

7. Ofereça as duas mamas

É importante que a mamãe não esqueça de oferecer as duas mamas para o bebê. Mudar a mama por pelo menos três vezes (ou mais) enquanto o bebê adormece ou demonstre perda de interesse, é uma excelente alternativa para incentivar a amamentação. O fluxo de leite maior do outro lado pode acordá-lo e fazê-lo mamar mais.

Dica extra para amamentação

A nossa dica extra vai para as futuras mamães. Na primeira hora de vida do bebê, ele estará mais atento no que na horas seguintes. Então, aproveite para amamentar já neste período de tempo. Insista, mesmo que a quantidade de leite for pequena naquele momento. Será o primeiro incentivo para aumentar a produção de leite materno.

Gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado bastante! Conte nos comentários o que achou e compartilhe sua experiência conosco. Aproveite para continuar acompanhando o blog e ficar por dentro de tudo sobre os cuidados com você e seu bebê!

Categorias: Gravidez , Saúde do Bebê

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.