Azia na gravidez, como evitar? 29/11/2017 Pitibebê

A azia na gravidez é muito chata, concorda? Saiba quais são as causas e o que você pode fazer para evitar esse incômodo.

A azia é uma das principais reclamações entre as mulheres grávidas. Sua característica é marcada pela sensação de queimação, que começa no final do osso do meio das costelas e segue até a garganta.

O mais comum é que a azia na gravidez apresente seus sintomas a partir do segundo ou terceiro trimestre da gestação. No entanto, algumas mulheres podem sentir os sintomas antes disso.

Neste texto, vamos falar sobre as principais causas da azia na gravidez e quais são os cuidados para prevenir essa desconfortável sensação. É importante que você leia todo o conteúdo e descubra as ações que podem ser tomadas, já que existem poucas alternativas de medicação viáveis.

O que causa azia na gravidez?

O surgimento da azia na gravidez tem como causas as mudanças físicas e hormonais da futura mamãe. A digestão fica mais lenta e há o aumento de gases no estômago, o que favorece para o refluxo do bolo alimentar.

A azia também surge devido ao crescimento do útero, que por sua vez, pressiona o estômago e o intestino. Em decorrência disso, o suco gástrico volta para o esôfago, o que causa a azia.

Como evitar a azia na gravidez?

Para evitar a azia na gravidez, algumas mudanças simples na alimentação podem ser eficientes. Evitar frituras, alimentos com muita pimenta e não ingerir líquidos durante as refeições são boas ações.

No caso da queimação já ter iniciado, você pode aliviar essa sensação tomando um copo de leite, preferencialmente desnatado, já que a gordura do leite integral, por exemplo, permanece um tempo maior no estômago.

Dicas

Como falamos anteriormente, existem algumas ações simples que podem ter um resultado eficiente. Abaixo, separamos algumas dicas para você inserir no seu dia a dia.

  • Evite o consumo de alimentos como maionese, mostarda, pimenta, café, chocolate, refrigerantes e sucos industrializados;
  • Procure consumir frutas como maçã, pera, pêssego, manga, uva, mamão e banana;
  • Faça sempre uma boa mastigação para facilitar a digestão;
  • Evite deitar logo depois das refeições. Fique sentada por pelo menos 30 minutos;
  • Procure não comer de duas a três horas antes de dormir;
  • Não use roupas apertadas na barriga e no estômago;
  • Faça pequenas refeições mais vezes ao dia;
  • Fique com a cabeça mais alta na cama, evitando que o corpo esteja por completo na posição horizontal;
  • Não fume (óbvio) ou fique perto de pessoas que estejam fumando.

E os remédios para azia na gravidez?

Não há uma lista grande de remédios para azia na gravidez. A melhor alternativa é seguir as dicas que você acabou de ler e mudar alguns hábitos alimentares no seu cotidiano.

Se a azia for muito forte, fale para o seu médico. Somente ele poderá receitar os remédios mais eficientes para o seu caso. Há no mercado remédios à base de magnésio ou de cálcio, como as pastilhas de Magnésia Bisurada ou Leite de Magnésia. Tem ainda outros remédios que são recomendados, como o Milanta Plus.

Opções caseiras

  • Consumir um pedaço de batata descascada crua;
  • Comer uma maçã com casca;
  • Consumir um pedaço pequeno de pão.

A azia continua depois do parto?

O mais comum é que a azia pare de incomodar depois do parto. O estômago da mamãe volta a ter um espaço maior no abdômen e os hormônios voltam ao seu normal.

No caso das mulheres que aumentaram muito o seu peso durante a gravidez, os sintomas da azia podem aparecer novamente em até um ano.

Agora que você já sabe o que fazer para evitar a azia na gravidez, comece hoje mesmo a espantar esse incômodo da sua vida. E lembre-se, só faça o uso de medicação com o auxílio do seu médico.

E aí, gostou da leitura de hoje? Vamos lá, você pode expulsar a azia na gravidez. Aproveite também para acessar outros conteúdos muito legais para a sua saúde e a do bebê. Clique aqui!

Categoria: Diversos

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.