Cuidados com o bebê: como deixar ele quentinho do jeito certo nas estações mais frias 05/06/2018 Pitibebê

O frio deixa as mamães super atentas aos cuidados com o bebê. Mas, as alternativas para deixar a criança bem quentinha precisam de atenção especial. Acompanhe!

Com a chegada do frio, os cuidados com o bebê parecem que são redobrados, não é mesmo? Nós queremos deixá-los quentinhos e protegidos das temperaturas mais baixas. Tem dias que eles parecem lindas “bolinhas de roupas”, verdadeiras fofuras.

Mas não são apenas as roupas que deixam o bebê quentinho. Por isso, separamos cuidados super importantes para proteger o pequeno do frio e das doenças respiratórias. Continue a leitura e descubra os cuidados com o bebê no inverno, principalmente nos seus primeiros seis meses de vida.

Cuidados com o bebê

O banho

O banho no inverno é um desafio até para nós, os adultos. “Sentimos frio pelos bebês”, mesmo que eles estejam desfrutando de um banho bem quentinho. Queremos fazer tudo rápido e vesti-los o mais breve possível.

Para dar banho no bebê, é recomendado ligar o chuveiro antes de começar o banho propriamente dito. Isso evita o choque térmico entre a água e a pele do bebê, produzindo uma sensação bem mais agradável ao pequeno. O período mais apropriado para o banho é na parte da tarde e com a água numa temperatura por volta de 37ºC.

As roupas

Os cuidados com o bebê também passam pelo exagero. Se perceber que o bebê está transpirando demais ou ficando irritado, pode ser que o excesso de roupas seja o problema. Tire uma camada (ou peça) de roupa e veja como ele reage. O ideal é vestir o bebê em camadas. Por exemplo: coloque o body por baixo, uma calça e um macacão por cima.

Mamãe, prefira as roupas de algodão para o inverno. A lã pode resultar em alergia e o náilon não é apropriado para os dias de baixa temperatura. E se for sair de casa, proteja mãos, pés e a cabeça dele com luvas, meias mais grossas e gorros. Um casaco com touca e com acabamento no punho também são boas pedidas.

Os passeios

Como antecipamos no item anterior, sair de casa exige mais cuidados com o bebê. O melhor mesmo é evitar lugares com aglomeração de pessoas, principalmente nos dois primeiros meses de vida. Neste período, o bebê recém-nascido vai tomar a vacina Pentavalente, que combate uma série de doenças e infecções.

Se tiver que sair, evite ao máximo passeios antes das 10h e depois das 17h. Nesses horários, as temperaturas costumam estar mais baixas e com um ventinho bem chato. Da mesma forma, lembre-se de não tirar a crianças de dentro de casa logo após o banho.

Na hora de dormir

Na hora de dormir, os cuidados com o bebê continuam. Da mesma forma que você veste o bebê após o banho ou quando vai sair de casa, o momento de levá-lo até o berço é muito importante. Vista o pequeno em camadas, começando pelo body, depois o pagão e termine com um pijama bem gostoso e quentinho.

Evite cobrir o bebê com cobertores, mantas ou edredom. Sabe por quê? Para afastar o perigo de sufocação. No caso da temperatura estar muito baixa, existem sacos de dormir que são bem confortáveis e funcionais.

Os aquecedores

Uma das primeiras medidas que tomamos quando estamos com frio é ligar o aquecedor dentro de casa. Os cuidados com o bebê também pedem atenção para esta atitude. A qualidade do ar não é a mesma dos momentos em que não estamos com os aparelhos ligados, o que representa um ar mais seco.

Uma boa dica é umedecer o ambiente com um balde com água ou toalha molhada enquanto o aquecedor está em funcionamento. E não esqueça de trocar o filtro do aquecedor no tempo determinado.

Os aquecedores são ótimas alternativas, porém, o seu uso deve estar limitado a algumas horas. Deixá-lo ligado por um longo período de tempo, mesmo que a temperatura dentro de casa esteja bem fria, não é recomendado. Lembre-se ainda de abrir portas e janelas por alguns minutos para permitir a ventilação, além de manter os ambientes limpos.

As visitas

Os familiares adoram paparicar as crianças, pegá-las no colo e encher as bochechas de beijos. Isso é super importante para que o pequeno sinta o afeto das pessoas. No entanto, os cuidados com o bebê não devem parar nem mesmo nestes momentos.

Pessoas gripadas, com tosse e coriza, podem deixar o vírus no ar e contaminar o bebê. Não abra mão dos cuidados com o bebê e peça para que as pessoas com esses sintomas não fiquem tão próximas da criança.

Então, gostou do conteúdo? O nosso blog está cheio de textos especiais sobre bebês. Acompanhe também a página da Pitibebê no Facebook

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.