Gravidez semana a semana: quarto mês – mamãe e bebê tranquilos 27/10/2017 Pitibebê

O período mais agradável da gestação começa a partir da décima quarta semana. Os sintomas desagradáveis diminuem e o bebê já tem todos os órgãos formados.

Basta dos sintomas do primeiro trimestre, não é mesmo? A partir de agora, seu corpo está mais adaptado à gravidez e você já pode começar a pensar em outras coisas. Roupinhas, o berço que o seu anjinho vai ter seus primeiros sonhos, o quarto e tantos outros planos. “Será que devo pintar as paredes do quarto do bebê? Que cor e qual é o personagem para a decoração”? 

Nesse momento, tem um monte de gente babando ao seu redor. O papai, começa a mimar você e faz promessas bem pertinho da sua barriga, ao ponto que o bebê possa ouvir a voz dele. E ele escuta, sabia? Além disso, se você ainda não conseguiu descobrir o sexo do bebê, a partir deste mês fica mais fácil.

Para que a gravidez semana a semana continue tranquila, é muito importante que as reformas da casa ou a formatação do quarto do bebê sejam rápidas. Por isso, papai e mamãe devem planejar o mais breve possível tudo isso. Até porque, não é nada agradável enfrentar uma reforma em plena gestação. Mamãe e bebê merecem paz.

O que a mamãe precisa?

Mamãe, durante este período, que compreende da 13ª à 16ª semana de gestação, seu coração vai aumentar um pouco. Mas, não fique preocupada, isso é normal! Ele aumenta para que o seu corpo seja mais forte diante dos esforços que você tem que fazer.

Nesta etapa da gravidez da semana a semana, o útero aumenta de tamanho e atinge a altura do umbigo, o que pode gerar alguns incômodos. Analgésicos receitados pelo seu médico ajudam a resolver este problema. Suas costas também ficam mais sobrecarregadas, por isso, é importante cuidar da postura para proteção da coluna e para evitar pressão e dores.

Exercícios físicos moderados, como caminhada ou natação, são recomendados. Mas, não esqueça, peça orientação ao seu médico antes de iniciar novas atividades físicas. 

Alimentação na gravidez semana a semana

Já falamos em posts anteriores que você está comendo por dois, lembra? Nesse momento da gravidez semana a semana, é necessário ingerir 500 calorias a mais em sua porção diária de comida. Alimentos como carnes vermelhas, feijão, verduras de cor escura, gergelim e leite pasteurizado ajudam na ingestão de ferro e cálcio.

Evite os seguintes alimentos: Leite não pasteurizado, patês, carnes mal cozidas, mariscos e ovo cru ou mal cozido.

Controle seu peso: Mesmo que esteja ingerindo mais alimentos por você e pelo bebê, controle seu peso de acordo com as orientações médicas. Pesar-se duas vezes por semana é uma boa dica.

O que o bebê precisa?

O bebê continua crescendo! Seu tamanho atual pode chegar a 20 cm e o peso em cerca de 250 g. O corpo está em harmonia com o tamanho da cabeça e o comprimento das pernas ultrapassa o dos braços. A pele continua fina e os vasos sanguíneos permanecem aparentes.

Com a cabeça ereta, as duas orelhas formadas, dois olhos capazes de movimentar-se e as sobrancelhas com possibilidade de se levantar, o bebê está cheio de novidades. As mãos, aquelas que você vai ter “vontade de morder” quando ele fazer carinho no seu rosto, estão muito bem formadas e com as unhas certinhas. No corpinho fofo dele, tem muita coisa crescendo e se formando, como a parte do cérebro que vai coordenar os movimentos.

Logo após desenvolver o olfato, tato e audição, o paladar do feto também fica mais apurado. No final do quarto mês, o bebezinho dentro de você já é capaz de reconhecer os gostos, como amargo (eca!), doce, salgado ou ácido. Por isso, siga a dieta recomendada pelo seu médico durante a gravidez semana a semana. O que você come, vai refletir na saúde e no bem-estar do bebê.

Fique atenta!

Com o crescimento da barriga, você pode sentir algumas dificuldades para dormir. No entanto, há dicas que podem lhe ajudar a ter boas noites de sono. Dormir de lado, preferencialmente do lado esquerdo, é uma ótima medida. E se você tiver mais travesseiros na cama, fique arrodeada por eles. “Meu marido vai estranhar essa posição e vai perder espaço na cama (snif)!” Amiga, você está grávida e ele deve ser compreensivo, não acha?

Outro fator comum é o surgimento de estrias. O estiramento da pele, normal em virtude do aumento das medidas, é o principal motivo. Para evitar, recomenda-se hidratar bem as partes do corpo consideradas mais suscetíveis: quadris, barriga e mamas.

 

E aí? O que você achou do conteúdo de hoje sobre quarto mês de gravidez da nossa sequência “Gravidez semana a semana”? Ele foi enriquecedor para você? Conte para a gente nos comentários agora mesmo! E não esqueça, temos um post com muitas informações sobre o quinto mês esperando a sua leitura.

Categoria: Gravidez

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.