Inchaço na gravidez: como lidar com esse desconforto? 08/01/2018 Pitibebê

Que o inchaço na gravidez incomoda, isso você já sabe. Mas, você tá sabendo que existem alguns hábitos que podem amenizá-lo? Descubra agora!

Ah, o inchaço na gravidez é ingrato! E é quase impossível fugir dele. Porém, fatores como atividade física e alimentos que evitem a retenção de líquidos podem ajudar a amenizar o desconforto.

Mas, você sabe por que o inchaço é tão frequente na gravidez? O aumento na quantidade de líquidos e do sangue no seu corpo e a pressão feita pelo útero nos vasos linfáticos da região pélvica são os causadores do inchaço na gravidez. E as partes que mais sofrem com isso são as pernas e os pés, além das mãos e tornozelos.

Todavia, não se preocupe tanto assim. Além de ser um sintoma normal da gravidez, existem maneiras que podem ajudar a minimizar esse desconforto. Leia nossas dicas e coloque tudo em prática a partir de hoje!

Quando o inchaço na gravidez começa?

O mais comum é que o inchaço na gravidez comece a partir do quinto mês, tornando-se mais frequente conforme o tempo de completar os nove meses vai se aproximando.

Há também casos em que o inchaço permanece ou surge nas pernas e nos pés logo depois do parto, ainda no hospital. O mais comum é que apareça em mamães que fizeram cesária.

Importante:  Se o inchaço começar a aparecer já nos primeiros meses sem um motivo aparente, informe ao seu médico. Diagnosticar a causa é fundamental, pois pode se tratar de pressão alta, trombose ou pré-eclâmpsia.   

Inchaço no verão

O inchaço na gravidez pode surgir em qualquer estação do ano, no frio ou no calor. Porém, é no verão que os sintomas se tornam mais presentes. O motivo? A temperatura mais alta faz os vasos dilatarem com mais intensidade, promovendo um extravasamento e acúmulo de líquido nos tecidos.

O que fazer para lidar com o inchaço na gravidez?

Se você quer amenizar o inchaço na gravidez, sigas as orientações abaixo:

  • Evite ficar em pé por muito tempo
  • Procure sentar com as pernas elevadas
  • Beba bastante água para ajudar a eliminar o excesso de líquido
  • Beba sucos: maracujá com hortelã e abacaxi com capim-limão
  • Use o sal nos alimentos com moderação
  • Reduza o consumo de alimentos com sódio, gorduras e conservantes
  • Reduza o consumo de alimentos industrializados
  • Use meias de descanso para comprimir os vasos sanguíneos
  • Faça drenagem linfática
  • Faça caminhadas leves pela manhã ou no final da tarde
  • Evite usar roupas e sapatos apertados
  • Mãos inchadas? Levante elas na altura dos ombros e evite deixá-las por muito tempo para baixo
  • Faça escaldas para os pés com água quente ou fria

Parece muita coisa? Saiba que se você começar a fazer, todas essas ações podem virar hábitos muito saudáveis, não apenas para diminuir o inchaço, mas para a sua saúde em geral.

Os pés ficam maiores, para sempre?

Talvez, você já tenha ouvido falar sobre mulheres grávidas que chegaram a trocar a numeração dos seus calçados. Algumas delas até mantiveram o novo número de forma permanente.

Em geral, os pés voltam ao tamanho normal depois de alguns dias. Mesmo que o processo seja lento, os calçados favoritos retornam para desfilar junto aos pés de sua dona. Porém, existem mulheres que precisam sair às compras e renovar as prateleiras dos calçados.

Como você acabou de ler, o inchaço na gravidez é bastante comum. Exceto, quando surge logo no início da gestação, fazendo com que a futura mamãe tenha que avisar o médico.

Fique tranquila se o inchaço aparecer a partir do quinto mês. Mesmo que seja praticamente impossível evitá-lo por inteiro, as nossas dicas vão lhe ajudar (e muito) a amenizar os sintomas.

E aí, o que achou do conteúdo de hoje? Bacana, não é? Nossa intenção é sempre ajudar você com os temas mais importantes da gravidez e do seu bebê. Continue lendo os posts mais legais do blog!

Categoria: Diversos

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.