Os cuidados com o recém-nascido no verão 04/12/2018 Pitibebê

Os cuidados com os bebês no verão sempre preocupam, mas o recém-nascido sempre precisa de atenção redobrada. Confira nossas dicas!

Mamãe, não é só durante o inverno que o bebê recém-nascido precisa de proteção! No verão, todas as crianças, em especial os lindinhos e lindinhas que acabaram de chegar, também precisam de cuidados em relação ao seu corpo, sono e até na hora de mamar no peito.

Neste conteúdo, que toda mamãe deve ler, reunimos informações bem importantes sobre os cuidados com o recém-nascido no verão, seja em relação à saúde ou ao seu conforto. Leia tudo, combinado?

Cuidados com a hidratação do recém-nascido

O bebê recém-nascido desidrata facilmente, sabia? Nos dias de altas temperaturas e em ambientes com pouca circulação de ar, o bebezinho tende a transpirar mais e perder mais líquidos. O resultado? Desidratação! Por isso, os cuidados com a hidratação são tão importantes.

A mamãe e o papai devem ficar atentos aos seguintes sinais de desidratação do recém-nascido:

  • Boca seca;
  • Moleira funda;
  • Urina escura;
  • Menor frequência de xixi.

Hidratação da mamãe e o aleitamento materno

Que a amamentação é um fator importantíssimo para o bebê, disso você já sabe. No entanto, temos de salientar que no verão, os intervalos entre as mamadas do recém-nascido são menores. Desta forma, a criança fica bem hidratada e por mais tempo.

A mamãe também precisa estar bem hidratada, afinal, é dela que o bebê vai receber o alimento. Tomar mais líquidos é uma ótima medida.

Fique atenta: o bebê recém-nascido que se alimenta com fórmulas, ou seja, leites artificiais, precisa de uma atenção especial do pediatra sobre a necessidade de ingerir água, especialmente nos dias mais quentes. Então, mamãe, se esse for o caso do seu bebê, não esqueça de tirar a dúvida com o pediatra.

Cuidados na hora de expor o recém-nascido ao sol

Os bebês ficam super fofos de boné ou chapeuzinho, não é mesmo? Tem ainda as viseiras que ajudam bastante na proteção dos olhos. E sabe por que estamos falando disso? Apesar de ser uma importante fonte de vitamina D, o sol pede cuidados especiais ao bebê e sua pele.

A recomendação é de que os banhos de sol dos pequenos sejam dados a partir dos 15 dias de vida, sempre respeitando os horários: antes das 10 horas e depois das 16 horas. A duração fica em torno de 30 minutos por semana.

Os bebês menores de seis meses, ao contrário do que algumas pessoas pensam, não podem usar protetor solar. A pele deles ainda é muito sensível e absorve facilmente o produto, podendo causar intoxicação.

Fique atenta: antes dos seis meses de idade, não é recomendado usar repelente em bebês. Os motivos são os mesmos do protetor solar. A dica é usar mosqueteiros nas janelas de casa e no berço para evitar as entrada de insetos.

Atenção com ar-condicionado e ventiladores

Manter o aparelho de ar-condicionado limpo é extremamente importante. Como o sistema respiratório do recém-nascido está em fase de adaptação, os pais devem afastar qualquer tipo de poeira ou partículas que podem irritar a vias aéreas do pequeno e causar doenças mais sérias, como rinites, bronquites e até alergia.

Em caso de uso do aparelho de ar-condicionado, mantenha a temperatura agradável, entre 23 e 24 graus, evitando expor o recém-nascido àquelas mudanças bruscas de temperaturas.

Para os ventiladores, o mais indicado é usar os modelos que oferecem a opção de colocar água nos compartimentos inferiores. Sabe por quê? O sistema ajuda a resfriar o ambiente e é mais eficiente do que os modelos tradicionais. A ressalva fica por conta de não colocar o ventilador virado diretamente para o pequeno, já que isso pode causar um choque térmico.

Cuidado também com as roupinhas do recém-nascido

É comum a gente pensar que o bebê recém-nascido tenha que usar roupas quentes, mesmo em dias de verão. Contudo, isso não é necessário, e representa um erro. Pois, logo que nasce, o pequeno recebe calor e frio da mesma forma que os seus pais, podendo o uso de roupas mais pesadas, levá-lo à desidratação.

Mesmo pequeninos, os bebês tem que usar roupas apropriadas para o verão, como os modelos leves de algodão, que são bem confortáveis. Se o tempo estiver muito quente, deixá-los somente de fraldas é uma boa escolha.

Nos dias mais quentes, os pais podem vestir os bebês com bodies de mangas curtas e shorts. O uso de meias e sapatos não são muito recomendados, certo? Talvez, à noite, quando a temperatura é mais amena.

Cuidados extras

Ao sentir o corpo do bebê muito quente, os pais devem tirar alguma peça de roupa e ver se a temperatura dele esfria — antes de pensar que ele está com febre, faça isso, ok mamãe? Uma forma de saber se o pequeno está com pouca ou bastante roupa, é observar o rostinho dele. Se estiver avermelhado ou suado, é hora de colocar uma roupa mais fresca.

Quando o bebê sente calor, geralmente fica irritado, “mole” e sonolento. Em contrapartida, se a boca ficar em um tom mais arroxeado, é melhor colocar mais uma peça de roupa. O mesmo vale para o soninho dele, quando os cobertores só devem ser usados se a temperatura exigir.

Fique atenta: as mãos e os pezinhos do recém-nascido costumam ficar mais frios, mesmo em dias quentes. Portanto, o melhor indicativo é a temperatura corporal dele.

 

Com as atitudes certas, a mamãe e o papai vão deixar o bebê recém-nascido bem à vontade, hidratado e feliz da vida.

Categoria: Saúde do Bebê

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.