Recém nascido dorme muito, você sabe o por quê? 22/01/2018 Pitibebê

Sim, o recém nascido dorme muito! A gente foi buscar as respostas para mamães e papais apreensivos acerca dos motivos de tanto sono!

Passada a euforia da gravidez e da chegada de seus bebês, as mamães esperam aproveitar ao máximo cada momento que têm com seus filhos. No entanto, assim que chegam em casa notam que o recém nascido dorme muito.

O volume e tempo de sono é tanto, que muitas se questionam se é normal deixarem os filhos descansarem por tanto tempo. A verdade é que este período é muito importante para o desenvolvimento de seu filho e, agora, explicaremos o porquê.

Recém nascido dorme muito, mas quanto tempo?

A conta não é uma matemática exata, mas os especialistas afirmam que é natural que o bebê passe cerca de 2/3 do dia dormindo. Portanto o recém nascido dorme muito, pois os primeiros dias são os mais “sonolentos” e servem também como uma espécie de “adaptação” ao novo ambiente e a sua rotina. Por isso, os momentos em que estão despertos são essencialmente para mamarem e interagirem um pouco com tudo o que os rodeia.

Além disso, provavelmente você já ouviu que é durante o sono que as crianças se desenvolvem e absorvem tudo o que aprenderam durante do dia, com os recém-nascidos não é diferente.

Como o sono funciona no desenvolvimento do bebê?

Assim que seu filho fecha os olhos e embarca no sono profundo, o organismo libera alguns hormônios importantes para o desenvolvimento cognitivo, motor, físico e também psicológico do recém-nascido.

O Sistema Nervoso Central e a memória são os que mais se desenvolvem durante o sono, mas o humor também é afetado. Na verdade, acontece exatamente o mesmo que vemos nos adultos. Crianças que dormem pouco ficam mais irritadas e sua irritabilidade faz com que demorem para pegar no sono e não tenham um descanso satisfatório. Assim se o recém nascido dorme muito, é algo saudável.

Por que os recém-nascidos dormem tanto?

Sim, já falamos que recém nascido dorme muito. Além dos pontos que já citamos, o recém-nascido dorme mais ou menos de acordo com os estímulos que recebem durante o dia. Quanto mais aprendem, mais cansados ficam e mais acabam adormecendo. No entanto, é preciso atenção, pois estímulos em excesso prejudicam a criança que acabou de nascer, deixando-a mais irritada do que o normal.

O ideal é que você respeite o tempo de descanso de seu filho, porque nos primeiros meses ele é essencial para o desenvolvimento neurológico da criança, o que fará que mais para frente ele responda com mais rapidez aos estímulos que recebe da mãe, pai, avós e de toda a família. Por isso, nos primeiros meses, o momento de amamentação é o mais especial para as mamães que conseguem se conectar melhor com seus pequenos.

Seu filho recém nascido dorme muito ou pouco?

No entanto, nem todas as mamães reclamam do excesso de sono de seus filhos. Os especialistas afirmam que cada criança responde de uma maneira ao novo ambiente em que são inseridas. Alguns podem dormir muito, outros acordam com mais facilidade.

O que se sabe é que sempre que os recém-nascidos acordam é porque tem uma necessidade. Pode ser a fome, calor ou frio e assim que suas necessidades são atendidas, o bebê volta a dormir de maneira calma.

Isso acontece porque o sistema nervoso central ainda está em desenvolvimento, o que pode variar muito de um bebê para o outro. Quando a criança começa a ter ciclos mais completos de sono, sabe-se que o seu amadurecimento neurológico está acontecendo.

Preciso criar uma rotina de sono desde pequeno?

Muitas mães têm medo que ao deixarem o bebê dormir demais, acabem criando uma rotina de sono conturbada. A verdade é que nos primeiros meses a criança pode dormir até 20 horas (respeitando o tempo em que acorda para mamar ou quando a fralda precisa ser trocada), mas com o passar do tempo, esse tempo diminui naturalmente.

Existem sim alguns hábitos que podem prejudicar o sono de seu filho, como o excesso de roupas, o quarto muito quente, a casa muito barulhenta, entre outros pontos. Por isso, criar um ambiente confortável é essencial para que o pequeno durma bastante nos primeiros meses, consiga se desenvolver e passe mais tempo acordado depois dos 9 meses de idade.

O ideal é que todas as dúvidas sejam sanadas com o pediatra de seu pequeno. Ele pode, inclusive, descobrir se a criança tem dificuldades em descansar e te ajudar a criar o ambiente ideal para o pleno desenvolvimento de seu bebê.

O que acharam do conteúdo de hoje? Ajudou a compreender mais a respeito do sono desses pequenos ou ficou com alguma dúvida? Conte pra gente nos comentários e continue acompanhando o nosso blog que vem muitas dicas por aí.

 

Categoria: Saúde do Bebê

Receba via e-mail dicas especiais para cuidar de seu bebê!

Outros textos do blog Pitibebê

2 Comentários

  • Rita de Cássia Barbosa disse:

    Meu bebê est´pa dormindo muito e não está mamando direito. Está perdendo muito peso. O que devo fazer?

    • Pitibebê disse:

      Oi Rita, advertimos que se caso você tenha alguma dúvida quanto ao desenvolvimento do seu bebê, o mais indicado é ter um contato direto com o pediatra ou outro especialista da área.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.