Tablet para criança: antes dos 3 anos pode? 16/03/2018 Pitibebê

Seu filho, sobrinho ou o filho da sua amiga tem um tablet para criança? Especialistas discutem qual é a melhor maneira de lidar com isso: pode ou não pode ter?

Tablet para criança: pode ou não pode? Essa é uma pergunta que gera muita discussão entre os especialistas. Como o envolvimento das crianças mais pequenas com a tecnologia é uma realidade, não se pode dar às costas a esse assunto.

Aposto que seu o filho tem um tablet ou você conhece alguma criança com até de 3 anos de idade que já é “fera” no aparelho. Pois, saiba que não está sozinha! Fiz a “aposta” porque sei muito bem do que estou falando. Vejo a criançada com os olhos e os dedinhos “grudados” nas telinhas todos os dias.

Se o assunto também gera dúvidas na sua cabeça, continue a leitura para compreendê-lo melhor.

Tablet para criança: ter ou não ter

É praticamente impossível afastar uma criança da tecnologia o tempo inteiro. Quando ela não tem o seu próprio tablet, ela desliza os dedinhos no celular da mamãe, faz pose para as fotos que a madrinha ama e até escolhe o que quer assistir na internet.

Essa facilidade no acesso à tecnologia e a rotina atrelada aos aparelhos eletrônicos vem preocupando especialistas, como os pediatras. A forma “tranquila” com que os pais deixam os filhos conectados ao mundo virtual dentro de casa, no carro e até no parque cheio de área verde, já ascendeu um alerta.

Muitas vezes, para manter os pequenos menos agitados, os pais acabam recorrendo ao tablet para criança. Nem mesmo a falta de saber ler atrapalha a criançada. Eles escolhem filmes, séries e desenhos animados que mais gostam e tudo fica “numa boa”.

Existem muitos especialistas que são favoráveis ao uso do tablet para criança, mas com algumas ressalvas. Destas considerações, três são apontadas como as mais importantes: ter aplicativos (apps) adequados para a idade da criança; monitoramento por parte dos pais e cuidadores; limite de tempo no tablet. Além desses itens, incentivar os pequenos a realizarem outros tipos de atividades é essencial para o desenvolvimento deles.

Na contramão do grupo “sou a favor”, estão os especialistas que são contra a inserção das crianças no mundo da tecnologia de forma prematura, como eles mesmo dizem. Apesar de se revelarem em menor número, continuam com a teoria de que outras formas lúdicas de aprendizado e desenvolvimento são mais efetivas.

Mas, afinal de contas: ter ou não ter um tablet para criança? Não vou ficar “em cima do muro”: se for usado de forma a permitir que a criança tenha tempo para realizar outras atividades, como correr e andar de bicicleta, pode ter o tablet. Desde que também se tenha um monitoramento e limite por parte dos pais.

Tablet para criança não é “babá”

Mamãe, cuidado para não confundir o tablet para criança com uma babá. Exagero de minha parte? De forma alguma. Essa metáfora da babá diz respeito à frases do tipo: “ele fica bem quietinho no tablet”, “é só dar o tablet que ele para de chorar”.

Fiz questão de trazer isso para você, mamãe, pois enquanto eu lia sobre “tablet para criança antes dos três anos”, encontrei uma frase bem interessante. Ela foi dita por Jim Steyer, diretor executivo da Common Sense Media, uma organização sem fins lucrativos Americana. Preste atenção:

“Tablets podem ser excelentes ferramentas educativas, mas não devem ser usadas como babás eletrônicas. Tanto o conteúdo, como o tempo de uso, devem ser vigiados de perto.”

Tablet não substitui outras atividades

Mesmo que a maioria dos especialistas aponte para o uso moderado do tablet para criança, os pais não podem substituir algumas coisas por ele, como: contato físico e emocional com outras crianças; explicações dos pais ou cuidadores; brincadeiras sadias à natureza, etc.

Não se pode ignorar a existência da tecnologia. Mas, não há chances de trocar algumas experiências de vida por aparelhos eletrônicos. O melhor mesmo é equilibrar a tecnologia com o desenvolvimento cognitivo e motor da criança. Devagarinho, ela mesma entenderá isso.

Conte para a gente: gostou do conteúdo sobre o tablet para criança? Compartilhe sua experiência nos comentários e continue acompanhando nosso blog

Categoria: Diversos
[contact-form-7 id="60" title="Receba Dicas" html_name="dicas-pitibebe"]

Outros textos do blog Pitibebê

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.